Mobirise Website Maker

Canal


O tratamento endodôntico, conhecido popularmente como canal, consiste em limpar o dente em seu interior. Mas, quando devo realizar este procedimento? Está indicado nos casos em que a polpa dentária (camada mais interna do dente) encontra-se comprometida por infecções, nas quais geralmente causam dor no dente acometido. Além disso, em alguns casos onde o dente irá receber próteses fixas, há necessidade de realizar o canal, principalmente quando o dente precise ser desgastado demasiadamente.


O tratamento de canal dói? Quando falamos em canal esta é a primeira pergunta que surge no pensamento, o medo de um procedimento doloroso, o que geralmente faz o paciente optar por perder o dente extraindo-o. Atualmente, existem técnicas específicas e bem eficientes para realização do canal. É importante que o paciente realize este procedimento com um profissional especialista, conhecido como endodontista, pois esse está apto a realizar a técnica de forma indolor e em um número menor de sessões.


O dente tratado canal precisa de cuidados especiais, por retirar a polpa dentária, esse fica mais sensível e frágil, sendo assim, em alguns casos faz-se necessário após o tratamento de canal a confecção de próteses como a onlay/inlay(mais conhecida como bloco). Além de um cuidado maior na mastigação, evitar alimentos muito duros mantendo o dente em perfeito estado por mais tempo.


A sensibilidade logo após o tratamento endodôntico é normal, pois logo após este, é desencadeado um processo inflamatório que dura em torno de duas semanas, mas que pode aliviar com o uso de paracetamol de 6 em 6 horas.


O acompanhamento radiográfico e clínico após o canal é necessário, logo, caso o dente não tenha apresentado anteriormente lesão óssea, você pode voltar de seis em seis meses no endodontista para o acompanhamento. Já nos casos que apresente lesão, o retorno periódico é necessário, pois radiograficamente, deve-se observar melhora e regressão da lesão em até dois anos. Caso não haja melhora, o retratamento estará indicado, Pois alguns dentes apresentam anatomia e formatos complicados, o que torna mais difícil o sucesso do procedimento.